Blog

História da uva passa

Por kinadofeijao em 26 de dezembro de 2016 , Nenhum Comentário

bb9e02_acfc24f08ab44cada56bcc00f1c8814b

Há uns que gostam, outros que não gostam.. Assim que chega no Natal, fica aquela dúvida de: coloco ou não coloco? As famosas uvas passas são conhecidas pelas pessoas, em especial, nessa época do ano. Você sabe sobre a história dela?

A origem das passas teve início nas épocas pré-históricas, quando as uvas caíram das videiras e secaram ao sol naturalmente. Ao serem consumidas, verificou-se que eram agradáveis ao paladar e que poderiam passar a fazer parte da alimentação desses tempos. Atualmente, as uvas são desidratadas artificialmente e com o propósito de poderem ser armazenadas por um período mais longo, assim como para serem transportadas para grandes distâncias.
Elas podem ser diferentes no tamanho, na cor e no sabor e as mais usadas são cultivadas em Portugal, Grécia, Espanha e Itália. As mais populares são os corintos e as passas de Esmirna, bem como as sultanas e as passas de Málaga. Umas são mais doces e outras menos, devendo-se este fato à concentração de açúcar.
Sabe-se que as passas são consumidas em diversas regiões do mundo e que fazem parte da alimentação de diferentes povos com divergentes culturas. Como já foi referido, as uvas podem ser consumidas das mais diversas maneiras, como petiscos feitos nos intervalos das refeições, em pães e bolos ou até mesmo nas refeições principais. Elas conferem aos pratos um sabor muito característico e especial, concedendo também alguns benefícios para a saúde de quem as consome.

Graças à desidratação, os compostos da uva que beneficiam a saúde apresentam uma maior concentração na passas. Estes compostos são chamados fenólicos, que têm diferentes papéis na regulação do organismo, pois atuam como antioxidante protegendo o corpo de radicais livres, dão proteção contra o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, abrandam também a sensação de fome e ajudam a controlar o peso.

Junte-se à conversa