junho 2015

All posts from junho 2015

Conheça os benefícios do Feijão Verde

Por kinadofeijao em 25 de junho de 2015 , Nenhum Comentário

Uma alimentação saudável e balanceada é um dos importantes itens para a manutenção de uma ótima saúde no geral. Para termos uma alimentação adequada, é indispensável incluirmos as verduras e as frutas no nosso cardápio, alimentos que possuem uma grande quantidade de vitaminas e minerais e que proporcionam uma série de benefícios para o organismo humano. O feijão verde, uma espécie de vagem que se pode cozinhar de diversas formas, é um destes alimentos que trazem muitos benefícios à nossa saúde, além de ser um ingrediente delicioso para o preparo de muitas receitas diferentes.

Quais são os benefícios do feijão verde?

 

  • Assim como a maioria dos vegetais, um dos principais benefícios proporcionados pelo feijão verde são as suas propriedades nutricionais. Estes grãos crocantes possuem um baixo teor de calorias e de gorduras, não contêm colesterol, são ricos em fibras e água, além de serem notáveis fontes de vitaminas e minerais, tais como vitamina A, B6, C, K; ácido fólico, cálcio, silício, ferro, manganês, potássio e cobre;
  • Devido à quantidade de fibras presente neste alimento, ele tem efeito depurativo e atua na regulação do trânsito intestinal;
  • Atua na eliminação de líquidos, evitando a retenção do mesmo no corpo. Devido a isso, o feijão verde é um vegetal indicado para indivíduos que sofrem com gota, hipertensão arterial, cálculos renais etc.;
  • Pela presença de vitamina C e antioxidantes, a ingestão deste vegetal ajuda a manter as células jovens e evitar o envelhecimento precoce;
  • As vitaminas A e C, presentes no feijão verde, fazem parte das condições imprescindíveis de um sistema imunológico saudável;
  • O vegetal é uma boa fonte de ferro, mineral integrante da hemoglobina, responsável por transportar o oxigênio dos pulmões para todas as células do corpo, além de fazer parte dos principais sistemas enzimáticos da produção de energia e do metabolismo. A carência de ferro tem como consequência a anemia ferropriva;
  • Redução do risco de doenças do coração e câncer de cólon, além de regular melhor adiabetes;
  • Um copo de suco de feijão pode auxiliar na redução do açúcar no sangue e na prevenção da diabetes tipo II; já uma xícara do vegetal ao dia pode reduzir o colesterol;
  • O feijão verde é uma boa fonte de riboflavina, um composto orgânico que pode ajudar na redução da frequência de enxaquecas nos indivíduos que sofrem com as mesmas;
  • Devido à presença do betacaroteno e da vitamina C, que apresentam um forte efeito anti-inflamatório, o feijão verde pode ser útil para reduzir a gravidade de doenças inflamatórias, tais como a asma, osteoartrite e artrite reumatoide.

 

Como escolher feijão verde?

 

Na hora de comprar este vegetal, vendido em lojas ou supermercados, procure os grãos firmes e brilhantes, evitando os que são frágeis ou que apresentam a pele murcha.

Fonte: http://www.remedio-caseiro.com/beneficios-do-feijao-verde-para-a-saude/

Leia Mais

Conheço os benefícios do milho

Por kinadofeijao em 23 de junho de 2015 , Nenhum Comentário

Ainda em clima de São João, que é celebrado oficialmente amanhã, dia 24 de junho, decidimos falar um pouco do ingrediente principal dessa época: o milho. Os benefícios do milho são, especialmente, ajudar a regular o intestino e a prevenir a prisão de ventre porque é um alimento que tem fibras.

Outros benefícios do milho para a saúde podem ser:

  • Proteger as células;
  • Reduzir os níveis de colesterol;
  • Ajudar a controlar o açúcar no sangue;
  • Ajudar a prevenir problemas cardíacos.

O milho pode ser utilizado de variadas formas, ao natural, em cereais matinais, mingaus, tortas, canjica, cuscuz, polenta, pamonha e pipoca. Existe ainda o óleo de milho que tem gorduras boas para o coração, como as gorduras polinsaturadas, mas que não podem ser aquecidas porque com o aumento da temperatura a gordura deixa de fazer bem ao coração.

É necessário cuidado com o milho enlatado porque, geralmente, para se conservar por mais tempo é adicionado muito sal. Aconselha-se cozer o milho e congelar para conservar por mais tempo e manter as suas propriedades.

Informação nutricional do milho

Componentes Quantidade em 100 g de milho
Energia 371 calorias
Proteínas 9,3 g
Gorduras 4,9 g
Carboidratos 70,3 g
Fibras 2,9 g
Vitamina E 2 g
Vitamina B3 1,6 g
Ácido Fólico 26 mcg
Potássio 285 mg
Fósforo 185 mg

O milho é uma leguminosa rica em carboidratos e que não tem glúten e, por isso, pode ser consumido por quem tem doença celíaca.

Fonte: tuasaude.com.br

 

Leia Mais

Mandioca: conheça mais sobre esse ingrediente nordestino

Por kinadofeijao em 18 de junho de 2015 , Nenhum Comentário

Chame de aipim, de macaxeira ou de mandioca: o fato é que poucos ingredientes são mais brasileiros do que esta raiz saborosa, que pode ser preparada em pratos doces ou salgados.

Ela está presente até onde não se imagina, como no pão de queijo (feito com polvilho doce, ingrediente extraído da mandioca) e a tapioca, que hoje é sucesso nas mesas de café da manã de todo o Brasil.

No episódio da última terça-feira (16) no programa “MasterChef”, o desafio eliminatório foi preparar um prato com uma variação da raiz: tucupi, farinha, polvilho doce, goma de tapioca…

Para quem achava que sabia muito bem como lidar com mandioca acabou sofrendo na mão dos jurados. O eliminado da vez foi o piloto Hamilton, a quem foi dada a missão de preparar um prato com farinha de Uarini, conhecida na região Norte.

Existem muitas variedades de mandioca. As duas mais conhecidas são a de mesa ou mansa (que também é chamada de aipim ou macaxeira) e a mandioca brava. Todos os tipos de mandioca precisam ser bem cozidos antes do consumo, para eliminar componentes tóxicos de sua composição.

Na hora de comprar a raiz para fazer em casa, a dica é verificar a cor: quanto mais branca a polpa, melhor. Evite se possível mandioca com manchas ou coloração escura.

Conheça a seguir algumas dos derivados do ingrediente país afora –e aventure-se com os sabores especiais que só a mandioca produz.

Farinha de mandioca

É o principal derivado do tubérculo. Em geral, divide-se em três grandes grupos: as secas (raízes raladas, peneiradas e secas em forno), a farinha d’água (quando as raízes fermentam na água e só então são raladas e secadas) e as mistas, mistura de farinha seca e d’água.

Tapioca

Feita a partir da goma da mandioca, precisa ser hidratada antes de ser utilizada. Pode ser tostada na frigideira e recheada, ou ainda usada (na forma de grãos) em receitas como os Bolinhos de Estudante, receita tradicional baiana. O ingrediente também pode ser transformado em pratos como pudim e cuscuz.

Polvilho

Um dos ingredientes fundamentais do pão de queijo, o polvilho é extraído a partir da mandioca ralada. Trata-se do amido puro da raiz, retirado quando a massa é lavada para preparar a farinha. Polvilho azedo significa que o amido sofreu fermentação durante sua fabricação, o que não acontece com o polvilho doce.

Tucupi

Prato típico do Pará e consumido em toda a região Norte, o tucupi é preparado com o caldo extraído da mandioca brava após a lavagem para a fabricação da farinha. O líquido precisa ser fervido e fermentado antes de ser utilizado na culinária.

Fonte: http://comidasebebidas.uol.com.br/

Leia Mais

Receita de Nhoque de milho do Concurso de Culinária Junina 2015

Por kinadofeijao em 16 de junho de 2015 , Nenhum Comentário

Começa nesta terça-feira (16) o Concurso de Culinária Junina 2015, promovido pela TV Gazeta. Até sexta-feira (19), o ALTV 1ª edição vai exibir quatro receitas com o sabor e a tradição das festas de São João, todas preparadas por estudantes de gastronomia de Maceió.

A primeira receita da série é o Nhoque de milho, preparado pelo estudante Thawã Calixto.

Confira abaixo os ingredientes necessários e o modo de preparo do prato criado pelo estudante:

Ingredientes Para a massa

  • 300g de milho verde cozido
  • 50ml de leite
  • 250g de inhame cozido
  • 60g de farinha de trigo
  • Massa de cuscuz
  • Sal a gosto

Para o molho

  • 250g de linguiça tipo toscana sem pele
  • 20ml de azeite extra virgem
  • Meia cebola picada em cubos
  • Meio dente de alho picado
  • Meia colher de sopa de açúcar
  • 1 lata de tomate sem pele
  • 1 xícara de chá de vinho tinto seco
  • 1 colher de semente de erva doce
  • 1 colher de sopa de margarina
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo Da massa

Depois de cozido, amasse o inhame em uma vasilha, e bata o milho e o leite no liquidificador. Em seguida, junte tudo em um depósito e acrescente sal e uma pitada de pimenta do reino. Aos poucos, coloque a farinha de trigo na mistura até a massa desgrudar das mãos. Polvilhe a bancada com cuscuz de milho. Enrole a massa fazendo rolinhos e corte do tamanho que preferir. Na sequência, vá colocando aos poucos para cozinhar em água fervente.

Do molho

Refogue a cebola e o alho no azeite e, em seguida, coloque a linguiça calabresa sem a pele. Acrescente o vinho na mistura e espere o álcool da bebida evaporar. Na sequência, coloque o açúcar, depois o tomate e deixe tudo cozinhar por cerca de dois minutos. Ponha a erva doce e espere cozinhar de 3 a 5 minutos para aromatizar. Coloque uma pitada de sal e pimenta do reino e desligue o fogo. Acrescente a margarina gelada. Segundo o estudante, ela deixa o molho mais brilhoso e grosso.

Fonte: http://g1.globo.com/

Leia Mais

Festival Fartura em Fortaleza

Por kinadofeijao em 11 de junho de 2015 , Nenhum Comentário

Após a Expedição Fartura Gastronomia percorrer mais de 20 estados em busca de produtores, restaurantes e chefs, a 1ª edição do Festival Fartura em Fortaleza acontece em junho.

O Fartura é um projeto que visa promover a cadeia produtiva gastronômica brasileira, sendo o Festival Fartura a sua grande vitrine.

O evento apresenta os resultados das pesquisas realizadas durante as viagens da Expedição Fartura Gastronomia e possibilita a interação de produtores, chefs e empreendedores, clientes e visitantes que, além de experimentar,  passam a conhecer a relevância cultural e econômica da gastronomia brasileira.

Em 2014 foi realizada em Belo Horizonte a primeira edição do Festival Fartura e agora, entre os dias 19 e 21 de junho, Fortaleza será agraciada como a primeira cidade, fora de Minas Gerais, a receber uma edição do evento, o Festival Fartura Fortaleza.

Na capital cearense, serão três dias de programação que mesclará cursos, degustações e venda de comidas e bebidas. O festival é o resultado de quatro anos de pesquisa da Expedição Fartura Gastronomia, que terá percorrido em 2015 mais de 20 estados em busca de produtores, restaurantes e chefs que representem a culinária e a cultura de todo o território nacional.

A programação contará ainda com mais de 70 atividades gastronômicas entre cursos, degustações, cozinhas ao vivo, bares, restaurantes e pontos de venda de produtos. Serão mais de 70 chefs e produtores convidados de 17 estados do país, como Thomas Troigros (RJ), Léo Paixão (MG) e André Mifano (SP), além de mais de 20 atrações musicais que terão 02 palcos para se apresentarem além do espaço infantil.

“O Fartura é um grande guarda chuva que envolve os mais diversos atores ligados à cadeia produtiva da gastronomia, logo, tudo que está ligado à gastronomia, está ligado ao Fartura. Fortaleza vai ganhar um super presente com a realização da primeira edição do Festival Fartura Fortaleza, quando a nossa cultura gastronômica irá se misturar à cultura gastronômica brasileira” declara Lia Quinderé, chef de cozinha convidada do Festival Fartura BH e co-curadora do Festival Fartura Fortaleza. E claro, o Kina do Feijão Verde não pode ficar e fora! Estamos participando do festival, no domingo, dia 21/06!

Fonte: http://tribunadoceara.uol.com.br/

Leia Mais
Clube